Esta é uma estréia mundial, uma tesoura molecular CRISPL-CAS9 que tornam possível manipular os ramos do DNA, foram usados durante um operação cirúrgica. Os cientistas do Casey Eye Institute of Oregon administraram um novo tratamento para tratar uma forma hereditária de cegueira. Este teste tem como objetivo testar um tratamento experimental de doença geneticamente hereditária da amaurose congênita de Leber.

A doença é causada por um gene defeituoso que causa cegueira do nascimento ou durante os primeiros meses de vida e afeta cerca de 40.000 nascimentos. Atualmente não há tratamento aprovado.

Tratar o problema na fonte

O primeiro paciente do teste recebeu uma dose do medicamento experimental, chamado AGN-151587, por injeção no olho. A ideia é usar o CRISPR para entregar o tratamento diretamente nas células do olho que são afetadas pela doença genética. O CRISPR é capaz de encontrar seu caminho nessas células e corrigir o gene. Uma espécie de pasta de cópia para modificar uma pequena parte do DNA e eliminar a mutação problemática.

Você deve saber que a modificação feita com o CRISPR é permanente, o que significa que os pacientes não precisarão seguir tratamento adicional. O teste deve incluir 18 pacientes e se concentrará em diferentes doses do medicamento experimental para determinar o valor necessário para atingir o objetivo, sem efeitos colaterais. As informações sobre o primeiro paciente são raras, os pesquisadores permanecendo discretos na data oficial da operação e sua eficácia.

estação de rap

Se a técnica CRISPR é promissora, lembre-se. Isso Também esteve no centro de uma controvérsia. Em novembro de 2018, o cientista chinês que Jiankui revelou que ele havia criado os primeiros bebês geneticamente modificados usando essas tesouras moleculares. A comunidade científica foi escandalizada por este trabalho. Foi demonstrado mais tarde que tinha ignorado muitas aprovações éticas e regulamentares.

  • bebês geneticamente modificados, o cientista explica suas motivações em vídeo

esta tecnologia tem Também foi apresentado como um meio potencial de derrubar o mamuco lanoso dos mortos, para modificar as práticas agrícolas e até mesmo para erradicar espécies inteiras. Mas, como é sempre o caso, você tem que ser cauteloso com as possíveis desvios. Os cientistas procuram refinar a capacidade de crispr para mudar o DNA com precisão e eficácia. Em outubro passado, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Harvard revelou uma tecnologia revolucionária chamada “Basic Edition”.

  • bebês geneticamente modificados: a caminho de uma sociedade eugênica?

Artigo Cnet.com adaptado por CNETFRACE / Imagem: Getty

pela equipe CNET FRANÇA @CNETFRANCE quinta-feira 05 de março 2020 às 11:03 Atualizado 05/03/2020 11:25

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *