langlebige autonamen 2020langlebige autonamen 2020

06 julho 2020 às 13:00

Blaise Huchet
por: Roland Hildebrandt
traduzido por: Blaise Huchet

Alguns deles já têm quase 70 anos!

Ariya, Enyaq, ID.3, Qashqai, Kona: Mais e mais carros novos chegam ao mercado, e com eles mais e mais novos nomes. As empresas inteiras não se importam em desenvolver nomes de modelos, buscar bons sons que têm problemas em qualquer lugar. Mais motivos para se regozijar na série de modelos, cujas costas têm o mesmo nome para muitas décadas.

Uma mudança de nome constante não deve ser sempre boa: O Opel Ascona tornou-se o Vectra e, finalmente, a insígnia, a Ford Taunus, a Sierra então o mundo. O VW Passat, que tem o nome “Alizée” desde o início de sua produção.

Mas quais são os nomes de carro que existiram para o mais longo? Nós apresentamos os modelos mais antigos ainda em produção, em nossa galeria de fotos.

  • porsche 911
  • bmw 5 series
  • chevrolet corvette
  • ford mustang
  • mercedes sl
  • opel corsa
  • range rover land rover
  • toyota corolla
  • Volkswagen Passat

BMW série 5

1602, 2002, 2000, 2800 : No início dos anos 1970, a BMW estava enredada em uma salada de números. Na perspectiva da nova classe média programada para 1972, as coisas também não poderiam continuar. Bob Lutz, então diretor do BMW Marketing, desenvolveu um novo sistema: primeiro o número para classificar a série do modelo, depois a capacidade do motor. O resultado foi a série 5.

Parece que a designação da série 5, inicialmente 520 e 525 na parte traseira, também se destina a preencher o lendário BMW 501 e 502. O que é a série mais importante de Munique (série 3, 5 e 7) foram nomeados desde a década de 1970, a série 1 foi adicionada em 2004. Hoje em dia, os dois últimos dígitos indicam o desempenho, em vez de que a capacidade do motor: o BMW 530i, por exemplo, tem apenas Um motor de dois litros sob o capô.

Chevrolet Corvette

az o Chevrolet Corvette mantém o recorde mundial mais sustentável do mundo? O fato é que a primeira corveta, nomeada após um pequeno navio de guerra, apareceu em 1953. Foi também o primeiro carro esportivo americano.

Em julho de 2019, a oitava geração da “vette” foi apresentada. Ele depende de um motor central que representou a maior evolução nunca trazida para o cupê americano.

ford Fiesta

o Ford Fiesta faz parte desses carros que têm o mesmo nome por um longo tempo sem interrupção. O projeto “Bobcat” foi desenvolvido em meados da década de 1970, com enormes despesas. O nome “Fiesta” é uma homenagem à Espanha, onde o carro pequeno sai da corrente de montagem. Diz-se que Henry Ford II escolheu pessoalmente “Fiesta”.

Em 1976, a primeira geração da Ford Fiesta começou com um poder modesto de 45 hp. 42 anos depois, o carro chegou à oitava geração e produziu até 200 hp. Em 2011, o 15 milionésimo carro foi celebrado.

ford mustang

Enquanto seus concorrentes como o Chevrolet Camaro levou alguns anos de descanso , a produção do Mustang Ford bate sua plena ininterrupta desde 1964. Não há muito a dizer sobre o nome do Mustang, é explicado pelo emblema do cavalo no carro.

De acordo com a Ford, Também pensamos no avião de combate P-51 Mustang da Segunda Guerra Mundial. Em agosto de 2018, o 10 milionésimo Mustang saiu da cadeia de montagem.

MERCEDES-BENZ SL

A abreviatura SL é lendária , Mas não sabemos muito bem o que Mercedes significava por isso: “Sport leicht” ou “Super Leiicht”? “Luz” de qualquer maneira, que foi o caso do famoso 300 SL de 1954, que tinha um chassi tubular. Ela também fez as portas sensacionais da borboleta celebrada.

O R 231, como é chamado internamente, é a sétima e atual geração do Mercedes SL. Tem sido no mercado desde 2012. O SL é conhecido por suas gerações que estão longas no catálogo: o registro é realizado pela série 107 com 18 anos de produção.

OPEL CORSA

Em 1982, a nova Opel Corsa marcou a entrada tardia da marca no segmento de carros pequenos. Nos anos seguintes, o nome dos carros de Rüsselsheim se torna rápido o suficiente: Ascona se torna vectra e insígnia, a Rekord se transforma em Omega e Kadett em Astra. Apenas corsa foi poupada de qualquer adversidade.

Após 38 anos, a Corsa sempre usa a bandeira OPEL no segmento de carros pequenos. Começando com a primeira geração, chegamos agora na letra f.

Porsche 911

911. Três figuras que atraem como amantes de carros mágicos de todas as idades. O Carro Esportivo Porsche, que foi apresentado em 1963 sob o nome de 901, deve o seu nome a uma circunstância inicialmente embaraçosa. A Peugeot registrou todos os números com um zero no meio, como sua propriedade intelectual.

Devido aos direitos mantidos pela Peugeot, a Porsche escolheu a sequência dos números 911, supostamente porque o número 1 já havia sido produzido. De qualquer forma . Assim, a empresa de Stuttgart criou um mito: Em maio de 2017, o único milionésimo cupê saiu da cadeia de montagem.

Land Rover Range Rover

em inglês, o termo “intervalo” refere-se tanto à autonomia quanto da extensão do intervalo. Em 1970, ela combinou perfeitamente ao novo produto Land Rover. Ao contrário do modelo original, que foi chamado de “defesa”, o range Rover ofereceu um bom conforto nas longas distâncias, mas também poderia fazer todo o terreno, se necessário.

como o primeiro intervalo. Rover foi construído Por 26 anos até 1996 antes de ver uma evolução de chegada, há apenas quatro gerações deste ícone todo-terreno até hoje. O modelo atual foi no mercado desde 2012. A faixa estende híbridos recarregáveis para o monstruoso V8 de 565 hp.

Toyota Corolla

O Toyota Corolla é o arquétipo do carro passa em todos os lugares. E, no entanto, é considerado o carro mais vendido do mundo. A Corolla existe desde 1966, em 2013, o 40 milionésimo veículo foi construído.

A razão pela qual a Toyota na Europa substituiu o nome de Corolla pela de Auris após 40 anos, permanece um mistério até o momento.. Mas, enquanto isso, La Corolla retornou. A tradição é simplesmente apreciada.

Volkswagen Passat

Com o Passat, derivado do Audi 80, a Volkswagen foi bem-sucedida em 1973 Mude do motor traseiro desatualizado para a tração frontal moderna. Um sopro de ar fresco, por assim dizer, que expressa muito melhor a escolha do nome “Passat” como um sóbrio “511”, como foi originalmente planejado.

47 anos depois, o nome Passat tem quase se torne sinônimo de classe média. Outros nomes de modelos VW da década de 1970 também permaneceram os mesmos até hoje: golfe, polo e jetta.

sobre este artigo

marca

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *