Lewis Hamilton acha que deve ser capaz de usar o V6 Turbo novamente equipado com o seu Mercedes no Grande Prémio australiano.

O motorista britânico, que começou da posição de pólo, teve que parar nas primeiras torres de corrida. O problema foi na fiação elétrica da hélice Mercedes.

“Mesmo que eu quisesse continuar toda a minha força, tivemos que tocar segurança para não danificar o motor”, disse Hamilton, ontem depois de se apresentar Alguns donuts ao volante de um velho Mercedes em frente às torres de Petronas em Kuala Lumpur.

“Você tem que ver o positivo: parando na hora certa, não danificamos o propulsor. O beber, mas acho que este motor ainda é utilizável. “

Os drivers de Fórmula 1 têm um máximo de cinco V6 Turbo híbrido para jogar todos os 19 Grands Grands registrados nesta temporada no calendário: as três práticas gratuitas sessões, qualificações e raça.

do nosso parceiro f1i.com

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *