Quem é você Senhor? Início para a meditação das Escrituras 1 Veja e contemple o Senhor nas Escrituras e se transformasse na mesma imagem, pela fé em sua palavra e por seu espírito, em resposta à nossa oração. “Nós todos os que, o rosto descobrimos, contemplando como em um espelho (as Escrituras) a glória do Senhor, somos transformados na mesma imagem, de glória na glória, como pelo Senhor, do Espírito”. (2 Coríntios 3: 18) “Para aqueles que ele sabia de antemão, ele também os predestinou para serem semelhantes à imagem de seu filho.” (Rm 8: 29) Ver Deus, amá-lo, ser transformado em sua meditação de imagem deve ser uma resposta precisa a cada uma das seguintes 3 perguntas: Quem é você Senhor? O que você quer que eu faça? Como isso é possível? Para vê-lo amor para ser transformado em sua imagem, essas 3 perguntas queimaram o coração de Paulo em frente ao Senhor Jesus, na estrada para Damasco. Em sua luz ofuscante e ouvindo sua palavra, Paulo diz: Eu não resisti à visão celestial … as respostas do Senhor Jesus para estas 3 perguntas que Paul pousou, criou nele fé e literalmente realizada, girando e fazendo com que ele o apóstolo dos gentios. (Atos 26: 13-19; 22: 6-15; 9: 3-16) Vamos ver como estas 3 perguntas guiam nossa pesquisa para a revelação essencial de Deus. 1 cifem de André Tabailoux 1

Pequena prévia Descubra o Senhor meditando sua palavra 1) Quem é você Senhor? 2) O que você quer que eu faça? A mulher adúltera (João 8: 1-11) Jesus disse a ele: Eu não te condeno, vá – um Senhor que não condena o pescador, mas o perdoa. Quem julga e perdoa o pecador – buscando exemplos da mesma visão de Deus nas Escrituras: Na cruz o Senhor que perdoa seus carrascos, que perdoa o brigado moribundo, aquele que perdoa o rei Davi arrependido após seu adultério etc. .. com Em relação a Deus, o que fazer: Ouça, mantenha e acredite em sua palavra que reconheço minhas falhas, mas acho que isso me perdoa. Estou muito feliz e agradeço a ele. B .. Com relação ao vizinho, o que fazer: amar meu vizinho, acredito que o Senhor perdoe minhas falhas. Eu também perdoo aquele que me ofendeu. 3) Como é possível acreditar? no. Apenas um deus certo: pode amar e perdoar um culpado digno de separação eterna: Jesus será julgado, condenado, e na cruz, ele morrerá em vez dessa mulher e no meu lugar. Se eu acredito em sua Palavra, “Eu não te condeno”, se eu precisasse de perdão, se eu perguntar ao Senhor Jesus, ele me dá perdão. Se esta mulher era festa com seus acusadores, sem reconhecer seus erros diante do Senhor Jesus, ela não teria ouvido as palavras do perdão! b. May-me pecador: Eu posso amar e perdoar meu vizinho: Deus não só deu seu filho em resgate por nossos pecados, mas também nos dá seu espírito que cumpre sua palavra: você receberá um poder, o Espírito Santo que ocorre em você, E você será minhas testemunhas (Atos1: 8) Se eu acredito, se eu quiser, se eu perguntar, se eu espero: ele me dá sua mente e, assim, me faz sentir capaz de amar e perdoar meu vizinho. Se a multidão tivesse ficado perto de Jesus com a mulher adúltera, ela poderia ter ouvido as palavras do perdão e deixou de condenar a mulher pecaminosa. Será aprofundado, esta abordagem será detalhada na página 8 2

Preparar para meditação pessoal 1) Desejo de ver o Senhor em sua palavra, orando para nós: estar convencido de ver o Filho de Deus e acreditar Nele, é a vida eterna. (João 6:40) Estar como convencido de que a contemplação do Filho de Deus é o começo do processo pelo qual se torna um filho de Deus para a imagem de seu filho (João 1: 12 2 Coríntios 3: 18) 2) Leia um texto preciso das Escrituras, tentando responder à pergunta de quem é o Senhor após o texto (de preferência prática nos Evangelhos). 3) Se o texto nos fala, expresse a visão do Senhor pela frase mais simples: um único verbo e complemento ou atributo: o Senhor: “Aquele que é, ou quem quer ou não quer ou não quer O começo, uma das possíveis formulações da revelação de Deus proposta pode ser usada na página 8 ou na página 28. 4) Se o texto permanecer fechado, explore o texto com uma série de perguntas que orientarão a pesquisa para o essencial da revelação de Deus (ver documento I Page 28) 5) Se o texto nem sempre fala conosco, nós experimentamos se nossa consciência não estiver suja e reparar a coisa diante de Deus ou nosso vizinho. 6) Se apesar de tudo, ainda Não vejo nada, é necessário ir dormir ou relaxar!7) Mas se pudéssemos expressar uma visão de Deus, podemos buscar as respostas para as outras duas perguntas, e considerar 3 graus de meditação, de acordo com o tempo disponível: o 1º grau é um simples exercício mental. O seguinte é um exercício que requer um pouco escrito. O 3º grau é uma transição da meditação pessoal para o estudo, com vistas a conduzir uma meditação comum, preparando pregação ou ensino. (Veja o esquema geral Page 38) Rasgue cada dia com a Bíblia uma palavra, uma visão de Deus: uma prioridade! Assim, o homem que não se importa como uma prioridade a rasgar todos os dias na Bíblia uma palavra, uma visão de Deus, está em perigo de infortúnio e morte. Porque “o homem não viverá apenas com pão, mas de qualquer palavra saindo da boca de Deus” (Deut 8: 3): “Se você não acredita no que sou, diz Jesus, você vai morrer em seus pecados” (João 8: 24). Este homem já é derrotado por um mundo, um sistema mais forte do que ele terá que sofrer e que ele não conseguirá transformar. Vamos fazer como Jeremias (15:16) que diz “eu reuni suas palavras e eu os devorei” ou como Jacob que arqueou no início da manhã a bênção do anjo com o qual ele lutou, dizendo a ele “Eu não vou deixar você ir. que você não me abençoou “(Gen.32: 26) 3

Os interesses dessa abordagem da meditação: a) ser transformada desde o propósito de Deus, não é inferior ao semelhante ao A imagem de seu filho, para aqueles que ele sabia com antecedência, ele também predestinou para serem semelhantes à imagem de seu filho (Rm 8: 29) Paulo enfatiza a importância de saber e ver “quem é o Senhor?” Meditando a escrita. Porque ele diz, é de uma visão de Deus na escrita que estamos “transformados na mesma imagem”: “Nós todos os que, o rosto descobrimos, contemplando como em um espelho (a escrita) a glória do Senhor, Somos transformados na mesma imagem da glória na glória, como pelo Senhor, o Espírito “. (2 Coríntios 3: 14-18) O resultado dessa contemplação de Deus nas Escrituras, é, portanto, a nossa transformação à sua imagem, pelo Espírito Santo, e em resposta a nossa oração, o Pai Celestial dará a mente sagrada àqueles que pergunte a ele. (Lucas 11: 9-13). (b) tornar-se amadurecer meus filhos até que Cristo seja treinado em você, (Gl 4:19) até que todos tenhamos alcançado a unidade de fé e o conhecimento do Filho de Deus, ao estado de um estado feito, para a medição de a estatura perfeita de Cristo; (Efésios 4:13) Na igreja, o crente “AffeMi” muitas vezes vive através dos pensamentos e meditações de um especialista, que os distribui em horas fixas na semana. Entendemos que um jovem cristão está nessa dependência. Mas o crente “Affermi” riscos se tornando incapazes, por si mesmo, buscar e ver a Deus nas Escrituras a serem transformados em sua imagem. c) meditar constantemente onde quer que estejamos; Em uma sala de espera, caminhando, quando nossos pensamentos não são imperativamente mobilizados, podemos, de uma visão de Deus, prolongar nossa meditação mentalmente, seguindo a abordagem e os vários exercícios propostos. Veja o esquema geral página 34; Um dos dramas do nosso tempo, é essa mobilização permanente de pensamento para fins de aproveitamento e atraentes. Mais e mais, tudo é feito para nos impedir de pensar ou impor o assunto de nossos pensamentos. Nossos esquemas de pensamento são plotados antecipadamente. Estamos menos e menos dispostos a ocupar nossos pensamentos por tudo o que é lindo e virtuoso, conforme recomendado por Paul “que tudo isso é verdade, honrável, puro, gentil, virtuoso é o objeto de seus pensamentos” (Phil 4: (8) (5) (8) (8) Para testemunhar a meditação do dia que nos levou a ver a Deus e a amar nosso vizinho, estaremos dispostos e sempre prontos para compartilhar a Palavra de Deus, tendo em mente todos os elementos necessários para testemunhar a visão recebida. e) Faça um discípulo ensinando o seu próximo a observar todas as palavras de Deus, para acompanhar até o dia em que puder sair sozinho: (1) questão da Escritura e desenhando para ele, uma palavra, uma visão do Senhor, (2 ) Como resultado, o que terá a ver com Deus e seu vizinho, então (3) depois de seu fracasso em colocar a palavra em prática, para vir pessoalmente para receber a graça de arrependimento e perdão, e finalmente sabem, em A oração com base no discurso, esperar pela ação do Espírito Santo até que ele cumpra sua palavra. Nós teremos feito um discípulo. 4

Vamos explorar escrevendo junto com as 3 questões-chave que guiam nossa meditação I – Quem é você Senhor? – Por que me perguntar “quem é você senhor”? Esta questão nos orientou para o assunto essencial da Bíblia: o Senhor Jesus Cristo! Foi uma pergunta essencial para: – O apóstolo Paulo na estrada para Damasco que é você senhor? …é a primeira questão de Paul a Jesus Cristo. O Senhor responde a ele (Atos 9: 5) Eu sou Jesus que você persegue! Veja também a pregação e o ensino de Paul que são em primeiro lugar uma resposta para a pergunta, quem é você Senhor? Em seu ECITT para os Coríntios, que foi a primeira escrita de doutrina cristã da igreja primitiva, Paulo diz: (1 Cor 1:22) Os judeus pedem milagres e os gregos buscam sabedoria: nós, pregamos Cristo crucificado “.1 Coríntios 2: 2: “Eu tinha pensado em saber entre vocês que Jesus Cristo e Jesus Cristo”. 2cor 4: 5: “Nós não nos prezamos, é Jesus Cristo que pregamos – Martha: na frente do túmulo de Lázaro Morto por quatro dias, Marthe não sabe qual limite para colocar o poder do Ministério de Jesus (Senhor, se você estivesse lá meu irmão não estaria morto). Jesus à frente A primeira questão (quem é você senhor) e respondeu: Eu sou a ressurreição e a vida, aquela que acredita em mim vai viver de qualquer maneira ele estaria morto! Aquele que acredita em mim nunca morrerá! (João 10: 20-45) – Marie: perturbado, não sabia o que pensar do visitante celestial que falou com ele e se perguntou o que poderia ser o significado da surpreendente saudação que ele ouviu (luc1: 26-38) que é e o que isso significa? Também foi a primeira pergunta que ela tinha em mente. Se a Bíblia fosse apenas uma coleção de poemas, histórias, códigos morais ou filosofia, não seria a questão que deveria ser feita lendo. Mas a Bíblia é a Palavra de Deus: ver na Bíblia As centenas de expressões falam assim Lord Lord Lorder disse (Hebreus 1: 1-2): “Depois de ter repetidamente falou com nossos pais pelos profetas, Deus falou pelo filho . ” O assunto da Bíblia, é o próprio Deus: a história de sua revelação com os homens, a quem ele promete enviar o Messias que irá entregá-los do pecado, condenação e morte (Gn.3: 15), a história deste A revelação é a Bíblia. (Lucas 24:27): “E começando com Moisés e todos os profetas, Jesus explicou a eles todas as escrituras em relação a ele João 20: 31 Estas coisas foram escritas para que você pensou que Jesus é o Cristo Filho de Deus e que acreditando Você tem vida em seu nome para conhecê-lo, ele o Senhor, é a vida eterna: (João 17: 3) ou, a vida eterna, é que eles conhecem você, você, o único Deus verdadeiro, e o que você enviou, Jesus Cristo Nosso destino é parecer com ele: Para aqueles que ele conhece antecipadamente, ele também os predestinou para serem semelhantes à imagem de seu filho (Rm 8: 29) Estamos transformados em sua imagem, contemplando-a em sua palavra: Todos nós que, seu rosto descobrimos, contemplando como em um espelho (as Escrituras) a glória do Senhor, somos transformados na mesma imagem, de glória na glória, como pelo Senhor, o Espírito. (2 Coríntios 3: 18) 5

A questão de quem é Jesus é ainda vital! (Matemática 16: 13) Jesus perguntou a sua di SCIPES: Quem está dizendo que sou, eu, filho do homem? Eles responderam: Alguns dizem que você é Jean-Baptiste; os outros, Elie; Os outros, Jeremiah e você “, ele diz a eles, quem você diz que eu sou? Simon Pierre respondeu: você é Cristo, filho do Deus vivo. João 8: 4: “Se você não acredita no que eu sou, você vai morrer.” Conclusão: – Desde o assunto essencial da Bíblia é ele (o Senhor), desde que a vida eterna é a conhecê-lo e nosso destino. é parecer com ele – já que é em sua palavra que podemos ouvir, vê-lo, conhecê-lo e ser transformado em sua imagem, – já que a ausência desse conhecimento leva à morte! Quem é você senhor? É realmente a primeira e vital pergunta a que é necessário encontrar uma resposta precisa, durante a meditação ou o estudo da Bíblia, a fim de ter uma visão precisa da pessoa do Senhor e do seu trabalho, para acreditar nele e ter os perigos de uma meditação, uma pregação ou ensino, que não respondem à pergunta: quem é você Senhor? Desenvolvimento da sabedoria do homem: Como Paulo diz, nós nos pregamos. A meditação pode se tornar a busca de uma confirmação de meus próprios pensamentos. A pregação e o ensino se tornarão: a expressão de um sistema moral ou doutrinário ou filosófico é dizer bíblica, mas esvaziada da visão da pessoa do Senhor, também vazia de qualquer consciência da minha responsabilidade em relação a sua pessoa e qualquer possibilidade de ter recurso para sua ajuda. 6

B “Quem é o Senhor”? Vendo e deixando-o virar sua imagem para ilustrar o estudo, vamos tomar cada vez o exemplo da história da mulher adúltera (João 8: 1-11) Jesus disse a ele: “Eu não te condeno”, vemos Um senhor que não condena, mas que perdoa o pescador de 1º grau para usar se você tiver muito pouco tempo, depois de uma breve leitura. (Veja Diagrama, 1ª coluna Página 38).Basta responder a pergunta. Aqui, o Senhor aparece como aquele que perdoa. A visão de Deus sendo bem formulada, a meditação pode continuar da seguinte forma: – Expanda mentalmente esta visão (se já tivermos um bom conhecimento da Bíblia, caso contrário, o grupo) encontrar mentalmente na Bíblia de outros exemplos da mesma visão de Deus perdoando : Jesus que perdoa os pecados do paralítico e o cura Jesus que perdoa seus carrascos na cruz, assim como o brigado ao seu lado Deus que perdoa David arrependido, depois de seu adultério e Murrent Senhor que perdoe e passe as casas marcadas com o O sangue do cordeiro l Benel perdoa o povo de Israel no deserto em resposta à oração de Moisés, etc Se eu não resistir, esta visão animada por todos esses exemplos vivos, vou impressionar e, pela graça de Deus, m espontaneamente trará a fé naquele que perdoa. 2º grau de meditação para usar se alguém tem um pouco mais de tempo (veja o diagrama 2º coluna página 38) Para facilitar a formulação de uma visão de Deus no texto, para definir os atributos de Deus com precisão, muitas propostas são dadas. Use-os para responder à pergunta “Quem é o Senhor?”. Exploração do texto meditou com as formulações da revelação de Deus na forma de perguntas: O que este texto m aprende: 1- do poder de Deus? Quem tem o poder de (seu poder) 2- do amor de Deus? Quem ama no ponto de (sacrifício do amor) 3- da vontade de Deus por nós? Quem quer (seu propósito: nossa fé para a imagem de seu filho) 4- do mal de acordo com Deus? Quem não quer (incredulidade: idolatria, orgulho) 5- da esperança de Deus? Quem tem o poder de realizar o que promete (a fidelidade à sua palavra que nos dá esperança) 6- da graça de Deus? Quem é bom e deixe-nos feliz com a única base de seu bom prazer e nossa necessidade (sua graça) 7- da justiça da fé? Quem julga e perdoa o pescador que acredita em Cristo (sua justiça em Cristo) 8- de Sua Santidade? Quem julga, separa e rejeita (sua santidade) 9- de sua lealdade? Aquele que unidades sempre dá a sua mente (sua fidelidade, unidade com o crente) 10 – em sua revelação? Quem diz que, quem revela seu pensamento 11 – sua verdade? Quem diz a verdade, que determina os limites do bem e do mal (sua verdade) 12 – em sua unidade? Quem revela a unidade de sua pessoa pai / filho / Espírito Santo (sua unidade) 7

3 e grau de meditação para usar Se você tiver muito tempo (veja Diagrama, 3ª coluna Página 38) Vamos de meditação pessoal para o estudo: Estamos preocupados em aprofundar as 3 perguntas, isto é, a visão, sua aplicação e sua solução para conduzir a meditação em comum, para preparar uma pregação ou um ensino em expansão da visão recebida: (1) Procure mais exemplos de Deus é a mesma visão nas Escrituras. Com uma concordância ou outro ex: Deus perdoa David Deus perdoa os israelitas no deserto, Jesus perdoa seus carrascos na cruz (2) – buscar os textos que estabelecem este princípio bíblico ex: “O filho do homem tem na terra o poder do poder. Para perdoar pecados “(Matemática 9: 6)” Aqui está o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo “(John I: 29) (3) – Procure outras visões diferentes, outras revelações de Deus no mesmo texto. O Senhor: Quem, etc Ex: Não apenas Jesus é quem perdoa a mulher adúltera, mas também: aquele que revela os pecados de seus acusadores (que quem quer que seja sem pecado, jogue a primeira pedra) aquele que nos deixa livre para receber Ou rejeitar sua palavra de verdade (ele agacha e esperando) aquele que expõe sua vida pelo pecado pendente das primeiras pedras! RMQ: Às vezes podemos até encontrar no mesmo texto as respostas às nossas 3 perguntas: (i) Quem é o Senhor? : Ele julga e ele perdoa a mulher adúltera, mas (ii) o que devemos fazer? : Podemos resistir ou aceitar a fé as palavras de verdade e graça do Senhor. (Os acusadores estão indo) e (iii) como é possível? : É o Senhor que entregará o pecador, acusadores e a morte expondo sua vida! (O Senhor continua perto da mulher a lapher) vêem o exemplo (c) de meditação pública (4) Explore o texto com as 4 ou 5 questões relacionadas às principais revelações de Deus. Veja sobre este assunto, exemplo (A) de uma meditação comum Page 20. (5) “Procure a Deus com um lápis de cor”! (Veja o documento 2 Page 25) Em cada grande revelação de Deus, pode-se combinar uma determinada cor. Nós poderíamos então procurar a Deus com seus lápis de cores! (6) Para ir mais longe: na extensão deste exercício, uma será iniciada à história da revelação de Deus.Descobriremos os diferentes aspectos da revelação de Deus, o número dessas principais revelações e sua ordem para nossa fé. Há um deus e pai de todos, que é acima de tudo, e entre todos, e em todos. Efésios 4: 6 (Veja também a estrutura da fé confissão de Nicéia e do símbolo dos apóstolos) – a) Deus acima de tudo: apenas Deus Criador Todo-Poderoso. – B) Deus entre todos: Jesus Cristo, o Filho de Deus, a morte por nossos pecados, ressuscitou pela nossa libertação da escravidão do pecado e da morte. – c) Deus em todos: pelo dom do Espírito do Pai e do Filho que vive em nós, para nos fazer filhos de Deus à imagem de Jesus Cristo, e os irmãos à imagem da unidade de Deus: Pai , filho, Espírito Santo (veja o curso “Introdução à doutrina aplicada” Ver Diagrama Page 34) 8

II – O que você quer que eu faça? Um – por que me perguntar “O que você quer que eu faça”? Esta pergunta nos guia para o propósito essencial da revelação de Deus: Ouça, mantenha e acredite em sua palavra! Ou fé e amor à imagem do filho! 1- Foi uma questão essencial para: – O apóstolo Paulo: Na estrada para Damasco, é a segunda questão que Paulo se posa ao Senhor depois de Jesus lhe disse: Eu sou Jesus que você perseguem Paul perguntou ao Senhor “Você quer eu fazer? (Atos 26: 13-19) a) No que diz respeito a Deus, Paul cego, o que ele pode fazer? Pode resistir ou não resistir à palavra do Senhor. Ele pode se recusar a ouvir e rejeitar sua palavra, ou aceitar ouvir, manter e acreditar na palavra da verdade e da graça do Senhor. Paulo disse que não resisti à visão (para a fala) celestial (v.19). Ele não resiste à palavra da verdade, ele acredita que ele machuca o Senhor perseguindo seus discípulos, ele aceita arrependimento. Ele não resiste à palavra da graça, ele acredita e concorda que o Senhor lhe dá o perdão de seus pecados (v.18) (b) em relação ao vizinho, o que ele fará? O Senhor pede Paulo para iluminar as nações e passá-los do poder de Satanás a Deus, como ele próprio foi informado e entregue do poder de Satanás (v.17.18). Paul não resiste a esta palavra da graça, ele aceita a missão de imitar o Senhor em Seu amor! E amar, para resgatar os pagãos! As palavras de Jesus realizam nele, Paul L Assassin, é transformada e por graça, ele se torna o apóstolo dos gentios! E como Jesus ele sofrerá a perseguição dos pagãos até o sacrifício de sua vida. Da mesma forma, a pregação e o ensino de Paulo são uma resposta para esta segunda questão: veja a estrutura das epístolas de Paulo. Veja os onze capítulos da Epístola aos romanos com primeiro a exposição de doutrinas em resposta à pergunta “Qual é o Senhor”? E então, os últimos quatro capítulos do Epital e suas aplicações práticas em resposta à pergunta “O que deve ser feito”? -Marthe: Depois de Jesus disse a ele que sou a ressurreição e a vida! Jesus à frente e respostas imediatamente para a segunda questão, o que tem que fazer?, Dizendo: Quem acredita em mim não morrerá nunca acreditar nisso? Se você acha que vai ver a glória de Deus! (Jo 11: 25-26, 40) Um Martha não resistir à Sua Palavra e acreditar, a Jesus para cumprir sua palavra -Marie sabe muito bem o que resta fazer depois de ouvir a palavra do Senhor, ela responde a ela. Segunda pergunta: Eu sou o servo do Senhor, o que é feito para mim de acordo com sua palavra! (Lucas 1: 29) Para ouvir, não resistir, para acreditar em sua palavra, submeter-se orando que a palavra do Senhor é realizada! 9

2- c também é o mandamento do Senhor! (1 João 3: 23) Este é o seu comando: (a) que acreditamos em nome de seu filho Jesus Cristo. (b) e nós nos amamos vêem as duas palavras fé e amor nos epitis de Paulo (Ef 1:15, 1:15 1: 3) Veja o único comando: amar a Deus e seu vizinho (matemática 22: 37/39 ) a) Em vista de Deus, o que fazer? Que acreditamos em nome de seu filho Jesus Cristo que não precisa de nada! Ouça, mantendo e acreditando na Palavra de Jesus Cristo – Seu comando, é fé É fé em seu filho Jesus Cristo é imitar Jesus à imagem da fé do Filho na Palavra do Pai – “Eles disseram para ele : O que devemos fazer, fazer as obras de Deus? “Jesus respondeu: a obra de Deus, é que você acreditava naquele que ele enviou” (João 6:28): Deus não precisa de nada; Ele não me pede para fazer algo por ele, como se precisasse de alguma coisa. Mas, imperativamente, ele me pede para não resistir, submeter-se à sua palavra com a verdade e a vida, para que ela seja feita e que o trabalho que ele decidiu realizar perfeito em mim. – “Aqueles a quem Deus chamou ele predestinou para serem semelhantes à imagem de seu filho” (ro.8: 28): “Se minhas palavras permanecerem em você viverão em meu amor, assim como mantive os mandamentos de meu pai, e moro em seu amor”. (João 15: 10): Seu trabalho perfeito não é menos do que somos semelhantes ao seu filho, com a mesma fé que seu filho! -: “Aquele que tem meus mandamentos e que os mantém, ele é quem me ama se alguém ama, ele vai manter minha palavra, meu pai vai amá-lo, aquele que não me ama não mantém minha palavra (João 14 : 21). Pois o amor de Deus consiste em manter seus mandamentos. 1 João 5: 3 Seu comando é: fé em seu filho Ele enviou! 1Jean 3: 23: Na verdade, na verdade, você diz, aquele que Escuta a minha palavra, e quem acredita naquele que me enviou, para a vida eterna. (João 5:24): A única maneira de amar a Deus é ouvir, manter sua palavra e acreditar em seu filho que ele enviou. Então faça Não resista, ouça, mantenha + acreditando sua palavra! Como o filho manteve a palavra do pai é a única coisa que pode ser feito para agradar a Deus. Deus me pede para ouvir, acreditar no que ele tem e acreditar que ele tem a vontade e o poder de cumprir sua palavra, naquele que o recebe. Para aqueles que o receberam (a palavra), ela deu o poder de se tornar um filho de Deus (João 1: 12) essas coisas S foram escritos para que você pensou que Jesus é o Cristo O Filho de Deus e que, por acreditar que você tem a vida eterna (João 20: 31) Minha parte, ó Senhor! Eu digo isso, é para manter suas palavras PS119: 57 Deus me ordena a ouvir e acreditar em Jesus Cristo Seu Filho, a fim de obter a vida eterna e se tornar um filho de Deus para a imagem de seu filho, (com a mesma fé o filho dele). Para mim não resistir e acreditar em sua palavra! Para o Senhor para cumprir sua palavra em mim! – Nossa fraqueza contra o comando celestial, vale a pena orar como Maria (Lucas 1: 38) Eu sou o servo do Senhor que foi feito para mim de acordo com sua palavra! Eu sou o servo do Senhor que sua palavra é realizando em mim! Complete sua palavra senhor! 10

b) sobre o meu vizinho, o que fazer? Que nos amamos aquele que precisa de mim! – Seu comando também é amor É o amor do vizinho, está imitando Jesus à imagem do amor do filho por nós – Aqui está o meu comando: Você gosta um do outro, como eu te amava (.Jean 15: 12) Tornar-se os imitadores de Deus, como crianças bem amadas; E andar na caridade, para o exemplo de Cristo, que nos amava, e que se entregou a Deus por nós. (Ef 5: 1): Deus não me pede para ouvir e colocar minha fé no meu vizinho, para esperar por ele, em paixão e medo, para que ele atenda a todas as minhas necessidades; Seria idolatria porque minha fé e minha obediência voltam a Deus sozinha e sua palavra. Nem Deus me pergunta, para colocar minha fé em mim mesmo, para me considerar o deus do meu vizinho e querer obter, violence sua submissão e seu medo. Ou querendo obter através da sedução e mentiras, os louvores e a adoração do meu próximo Deus me pede para acreditar que: o que ele diz, o que ele é, o que ele faz para mim, ele também quer fazer isso pelo meu próximo. Ele me pede para imitá-lo e amar meu vizinho como o Senhor amou! Há muito o que fazer !!! Para mim não resistir e acreditar em sua palavra! Para o Senhor para cumprir sua palavra em mim! -In nossa fraqueza contra o comando, vale a pena orar como Maria (Lucas 1: 38) Eu sou o servo do Senhor, o que é feito para mim de acordo com sua palavra! Eu sou o servo do Senhor, que sua palavra está realizando em mim! Senhor realizou sua palavra! Conclusão: desde que em resposta à primeira pergunta “Quem é você senhor?” A Bíblia dá uma visão precisa da pessoa de Deus e suas obras, uma vez que esta revelação nos torna conscientes e responsáveis perante Deus, a meditação solitária ou em grupos, a pregação ou o estudo, portanto, deve ser uma resposta precisa à pergunta: O que eu tenho que fazer depois de ouvir a palavra do Senhor? Reagir como é adequado, na fé e no amor à imagem de Jesus! Perigos de meditação, pregação, ensino que não respondem a pergunta: O que devo fazer? A meditação permanecerá um puro prazer de pensar, um prazer saber; Mas muitas vezes uma recusa de minha responsabilidade para Deus e meu vizinho. Uma recusa de fé e amor, uma recusa de ser um filho de Deus e irmão do meu vizinho. Pregar e ensinar se tornará uma teoria da verdade, uma doutrina morta. Também haverá perigoso para responder apenas a primeira parte da pergunta: “O que eu tenho que fazer.) Sobre Deus” sem responder à segunda parte B) e em relação ao próximo? Nós então arriscamos mudar para um misticismo que nos espalhará do mundo e do vizinho; Também é provável que acabe acreditando que Deus precisa de nós!11

B “O que devo fazer”? Imitar a fé e o amor do Filho para ilustrar o estudo, vamos tomar o exemplo da história da mulher adúltera (João 8: 1-11) Jesus disse a ele: “Eu não te condeno, vemos” vemos um Senhor que não condena não, mas que perdoa o pescador “C está aqui seu comando: a quem acreditamos em nome de seu filho Jesus Cristo” Que nos amamos “(I João 3: 23) 1º grau a Deus: Ouça, Mantenha-se e acredite em sua palavra! Imitar a Deus à imagem da fé da Palavra do Pai. “Mantenha meus mandamentos como mantive os mandamentos do meu pai” (João 15: 10) Se eu não resistir sua palavra de verdade e graça ( Eu não te condeno), se eu mantê-lo e se eu acredito, então eu reconheço minhas falhas, mas acho que isso me perdoa, aguardo e agradeço. 2º grau de meditação em relação ao próximo: amar meu vizinho imitar Deus à imagem do amor do filho por nós “Você gosta um do outro como eu te amava” (João 15: 12) Ele perdoa Eu também perdoo meu vizinho. O que Deus é e o que ele faz por mim, acho que ele é e também para o meu vizinho. De acordo com seu comando, ele me pede para imitá-lo e fazer o mesmo para o meu vizinho! Expanda esta visão: Encontrar na Bíblia, os exemplos de homens que imitaram Deus. Quem sabe que as escrituras podem até mesmo fazer isso tentando mentir mentalmente a história dessa revelação de Deus de Gênesis e através de todas as Escrituras: exemplos de homens que perdoam: – Abraão que perdoa lote e intercede por ele – José que perdoa seus irmãos – Moisés que perdoa as pessoas no deserto e oram por ele – Davi que perdoa seus filhos, amnon adultério e Absalom o assassino, assim como o rei perfidioso, Saul – Paul que perdoa o homem adúltero arrependido para Corinto etc. Esta visão animava por todos esses exemplos vivos, se eu não resistir, vou impressionar e trazer, pela graça de Deus, ao amor dos próximos 12

3 e grau de meditação para usar se tivermos um Muito tempo: (veja Diagrama, 3ª coluna Page 33) Aprofundar o aplicativo: Acredite – imite a Deus à imagem da fé e do amor do Filho (1) buscando os exemplos de homens que acreditavam e deram a palavra. Complete em suas vidas: ex: David recebe perdão e Deus e se alegra. PS. 32 (2) Buscando exemplos de homens animados do mesmo espírito e quem imitou Deus: ex: David que perdoa seus filhos, José que perdoa seus irmãos (3) buscar os exemplos de homens que resistiram a ouvir A palavra, que não acreditava, e que não viu o cumprimento da fala em suas vidas e que não imitavam Deus. Ex: enfrentou com a revelação do Senhor, que julga e perdoa, o exemplo daqueles que não reconheceram sua culpa nem o perdão aceitaram. Mas quem experimentado, acusado, que não perdoaram e que não foram perdoados: Ex: Absalão, filho de Davi, não perdoa seu irmão Amnon e o mata pelos danos sofridos. Absalão não perdoa seu pai por se recusar a favor de ser seu sucessor em seu trono e caçar seu próprio pai. Absalão não é perdoado, ele foi morto por Joabe o chefe do exército de Davi (4) perguntando, sobre aqueles que não acreditavam na palavra de Deus: em que mentiras se acreditavam? Eles adicionaram ou removeram algo para a verdade? Onde eles colocaram sua fé? Em si ou em outra criatura? E como resultado, que infortúnios eles sofreram ou se submetem ao vizinho? Ex: Absalão acredita na mentira que Deus não é o único legislador e o juiz, que sozinho determina o bem e o mal e podem fazer justiça. Ele remove o comando, você não vai matar (amnon seu irmão) e você não vai usar a mão sobre a noção do Senhor (em Davi, o rei seu pai). Absalão, em seu orgulho, coloca sua fé em si mesmo, em sua própria justiça, ele é entregue por sua infelicidade à própria justiça do Bad Joabe que o mata. (2 Samuel 13 a 19) (5) para ir mais longe na extensão deste exercício, nesta busca pela verdade, somos iniciados ao ministério profético, a fim de ajudar o pescador a reconhecer a verdadeira natureza do mal e da A desgraça em sua vida, para alcançar a libertação do pecado por arrependimento e fé em Jesus Cristo João 8: 32 Veja a aplicação desses exercícios no Evangelho de João, documento v Page 30. Ver Diagrama Page 34 13

III Como é possível? A – Por que perguntar “Como é possível”?Imitar a fé e o amor do Filho ser humanamente inacessível, a resposta a esta pergunta torna-se essencial e vital: Se o sujeito da Bíblia, é o próprio Deus revelado = > ver Ele se o seu objetivo para mim é que na imagem de seu filho, eu tenho uma perfeita fé em sua palavra e um amor perfeito para o próximo = > l amo e, mas depois: Como é possível acreditar que um deus só, pode dar a um pecador como eu, a possibilidade de imitar perfeitamente na fé em sua palavra e no amor do vizinho? Para o homem C é claro absolutamente impossível! 1- Foi uma questão essencial para: – O apóstolo Paulo: No caminho para Damasco, esta terceira questão, Paulo não o representá, já que o Senhor reconhece a questão dando os elementos da resposta: (Atos 26: 15- 19) Eu lhe envio para os pagãos, para que você abrisse os olhos, para que eles passassem escuridão à luz, do poder de Satanás para Deus, por isso recebem: (a) pela fé em mim, o desculpe pelos pecados e (b) a herança dos santos (o dom do Espírito) (Ef 1: 13 nele acreditava e você foi selado do Espírito Santo que havia sido prometido, o que é uma promessa de nossa herança) mais tarde, para 3 anos de aposentadoria no deserto, ele terá todos os elementos da resposta a essa questão importante. Em suas epístolas, Paulo explica claramente que: (a) é pela fé em Cristo morto por nossos pecados e aumentos para a nossa justificação, Romanos 4:25 (B) e é pelo poder do Espírito Santo que temos o poder de Para imitar Deus: acreditar e obedecer sua palavra e amar nosso vizinho. 2Tim 1: 7 – Gl 5: 22-2cor 3: 17/18 -Marie, a quem o anjo revela que vai suportar o Messias dentro dele, claramente representa esta terceira pergunta: como será feito, já que eu não sei de um homem? … O anjo responde: O Stitcher vai ocorrer em você porque nada é impossível para Deus (Lucas 1: 34) -marthe: Jesus deu aos elementos da resposta à nossa terceira pergunta: como é possível Acredite que Jesus pode ressuscitar os mortos? Jesus revela que ele é o Messias prometido a Adam e Eva (Gen.3: 15) Ao declarar: Eu sou a ressurreição e a vida, aquela que acredita em mim ainda viverá, seria morto Marthe The Confession: Sim, Senhor, Senhor Eu acredito que você é o Cristo, filho de Deus, que tinha que vir no mundo (Jo 11:27) ela sabe, de acordo com a profecia, que o Messias será fatalmente ferido no calcanhar pela cobra! (Ele morre por nossos pecados), ele vai esmagar a cabeça da cobra! (Ele se triunfa da morte em sua ressurreição) Jesus confirma, e ele faz a demonstração do Resuritant Lazarus! 2- É também a promessa do Senhor (Lucas 24: 46/49) e Jesus disse a eles: assim está escrito que Cristo sofreria, e que ele ressuscitaria os mortos no terceiro dia, (a) o arrependimento e perdão dos pecados seriam pregados em seu nome a todas as nações, (B) e eis que lhe enviará o que meu pai prometeu (o espírito “; Mas você, fique na cidade até que você seja revestido com o poder. 14

3- C é a pregação dos apóstolos (Atos 5: 30-32) O Deus de nossos pais ressuscitou Jesus, que você matou, no pingente. Deus levantou pelo seu direito como príncipe e Salvador, (a) para dar Israel o arrependimento e o perdão dos pecados. Nós testemunhamos essas coisas, (b) como o Espírito Santo, que Deus deu aqueles que o obedecem. (Atos 2: 38) Pierre diz a eles: Vamos nos arrepender e que cada um de vocês ser batizado em nome de Jesus Cristo, A) por causa do perdão dos seus pecados; b) e você receberá o dom do Espírito Santo. Porque a promessa é para você, para seus filhos, a) pela graça de Deus no dom do seu filho para a cruz! Sim! É possível ao Senhor dar a um pescador como eu: a graça de ouvir a Deus para falar comigo, a graça de acreditar em sua palavra, receber o arrependimento e o perdão dos meus pecados. É pela morte de Jesus Cristo que tenho acesso a essas graças. Também é por Jesus Cristo subiu por nós, que tenho acesso à emissão da escravidão do pecado e da morte: (Rm 4: 24) ainda é por causa de nós, a quem será cobrado, para nós que acreditam Aquele que ressuscitou dos mortos Jesus Nosso Senhor, que foi entregue por nossas ofensas e ressuscitou para nossa justificação. Ser, portanto, justificado pela fé, temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, a quem devemos ter tido pela fé acesso a essa graça, na qual permanecemos firmes. (Efésios 2: 8) É por graça que você é salvo, por meio da fé, não vem de você, é um presente de Deus. Não é pelas obras para que ninguém seja glorificado “para mim não resistir e acreditar em sua palavra! Para o Senhor de L’Realizar!Deus diz: Eu acredito em sua palavra, eu mantenho, recebo arrependimento e reconheço meu pecado – eu recebo o perdão do meu pecado, – acho que Deus diz, ele tem o poder de realizar. Eu rezo, senhor em sua graça, realizei sua palavra! Na verdade, já realizou na cruz! Jesus morrendo é lotado: tudo é realizado! Eu agradeço e eu amo! b) pela graça de Deus, no dom de seu espírito, que cumpre a palavra e as promessas de Deus em resposta à oração! Sim! É possível ao Senhor dar a um pecador, a quem ele perdoou e justificado, a graça de imitar e se assemporar ao seu filho, com uma santidade, uma fé na Palavra e um amor perfeito ao vizinho. É pelo presente e ação de sua mente que tenho acesso a esta graça. -Telle é a Sua vontade: Para aqueles que ele sabia de antemão, ele também os predestinou para serem semelhantes à imagem de seu filho, então seu filho ser o primogênito de vários irmãos. E aqueles que ele predestinou, ele também os chamou; e aqueles que ele chamou, ele também os justificou; E aqueles que ele justificou, ele também os glorificou. (Ro 8: 29) – Por seu espírito que vive em nós: todos os quais o rosto descoberto reflete a glória do Senhor, somos transformados na mesma imagem, de glória na glória , pelo Espírito do Senhor. (2 Cor 3:18) De fato, a lei do Espírito da Vida em Jesus Cristo franquido fora da lei do pecado e da morte (Ro 8: 2) Porque o Espírito Deus nos deu não nos torna tímidos; Pelo contrário, seu Espírito nos enche de força, amor e sabedoria (.2 Tim 1: 7) – por sua palavra que é a espada de sua mente e oração com base nesta palavra: Pegue a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Faça todos os tipos de orações e súplicas. Certifique-se com toda a perseverança e ore por todos os santos. Ore por mim, para que eu me dei, quando eu abro minha boca, para divulgar o mistério do Evangelho (Ef 6: 17) para não resistir e acreditar em sua palavra! Para o senhor de l’realizar! Exemplo: Jesus diz “Ame-se uns aos outros como eu te amava Jesus orou: Pai que o amor que você me amou neles”. (João 17:26) Eu ouço e acredito em sua palavra, eu mantenho sua palavra e obedecer, até o fracasso, sendo incapaz em minhas próprias forças para cumprir essa palavra. Mas acho que Deus diz, ele pode fazer isso! Com base nesta palavra, eu oro: “Senhor, em nome de Jesus, pelo poder do seu espírito, que sua palavra está se completando em mim!” Eu memorizo a palavra, eu mantenho isso, eu rezo e espero, obedeço até que o Espírito de Deus cumpre esta palavra em mim! e me encha com seu amor! Veja o exemplo dos apóstolos em Atos 4: 29-31 15

Conclusão: Desde que a revelação de Deus nos torna conscientes (quem é você?) E responsável (o que devo fazer?), Desde que é Nem por nossa própria força nem por nossa própria vontade, nem por nossa própria justiça que podemos ver que Deus acredita nele e amar nosso vizinho como Cristo faz isso, por isso é importante que a meditação, pregação ou ensino é uma resposta precisa ao Pergunta: Como é possível? Para ouvir, acredite em sua palavra e ame seu vizinho? Perigos de meditação, pregação ou ensino que não respondem à pergunta: Como é possível? : A meditação levará à ansiedade em nossa impotência para cumprir a vontade de Deus ou para a suficiência do orgulho no que nos parece ser nosso próprio sucesso. Esta pregação e ensino promoverá a abertura a todas as falsas doutrinas com base na adoração da própria vontade e justiça própria. Eles levarão ao legalismo ou ao laxismo. B “Como é possível” imitar a fé e o amor do Filho? 1º grau por sua graça até a cruz, pelo dom de sua mente e pela fé! Para ilustrar o estudo, vamos tomar o exemplo da história das mulheres adúlteras (João 8: 1-11) Jesus disse a ele: “Eu não te condeno”, vemos um Senhor que não condena, mas que perdoa o pescador – Como é possível acreditar que um Deus pode amar e perdoar o culpado que eu sou? Por seus agradecimentos ao Croix Jesus concordou em ser julgado, para ser condenado, em vez de samaritano e em meu lugar se os acusadores quisessem liquidar o pecado, Jesus se agitando ao lado do acusado, ele também teria sido sua vítima, eu não condeno Você, mas Deus prova seu amor para nós, nisso, quando ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós “(Ro 5: 8)” e Jesus disse a eles: então ele escreve que Cristo sofreria, e Que ele ressuscitaria mortes no terceiro dia, e que o arrependimento e o perdão dos pecados seriam pregados em seu nome a todas as nações “(Lucas 24: 46).- Se eu não resistir a sua palavra de graça, se eu guardar a palavra “Eu não te condeno, vá” Se eu acredito de acordo com sua palavra, que Jesus já foi condenado ao meu lugar para minhas falhas que confesso, e Se eu quero perdão, eu oro como Marie: “Senhor Jesus, a quem ele é feito de acordo com sua palavra! … que sua palavra é realizada!” (Lucas 1: 38) O perdão M é concedido. Eu agradeço e amo! Se esta mulher fosse festa com seus acusadores, sem reconhecer suas falhas, ela não teria ouvido as palavras do perdão. – Se eu resistir, se eu ainda não acredito em sua palavra, devo confessar ao Senhor minha descrença. Eu peço para me livrar do que mantém minha fé, eu imploro para ele fazer sua palavra. Eu memorizo esta palavra e alguns exemplos da realização desta palavra. Espero e mantenha essas palavras até produzir fé e que eles fazem em mim. “Pois a fé vem do que se ouve e o que queremos vem da Palavra de Cristo” (ro.10: 17) 16

lendo cada dia outras palavras diferentes visões de Deus serão dadas. * Toda visão terá consequências em nossa vida: – enfrentou com a sua verdade, confrontada com aquele que determina o bem e o mal, reconheceremos com tristeza nossas falhas e aceitaremos seu perdão esperando que sua libertação tenhamos o mal – De frente para o desenho, à revelação do que Deus quer, nos submeteremos à Sua vontade, um obedecerá pela fé em seus mandamentos – enfrentando seu amor, ao seu sacrifício, vamos amar e amaremos nosso vizinho. – Diante de seu poder da vida, ao seu poder de fazer tudo por nós, um vai pedir sua ajuda, encontraremos a paz – enfrentando seu poder da morte, sua santidade, teremos medo do Senhor e nos afastaremos do mal . Etc * enfrentam essas revelações celestes devemos: – orar: vamos orar: “Senhor, o que é feito para mim de acordo com sua palavra, que sua palavra está realizando em mim!” – Esperança: e ainda não seríamos capazes de realizar essa palavra no momento, permaneceremos em fé e esperança produzidos por esta palavra em si. Porque o Senhor sempre cumpre sua palavra! – Memorize: Vamos memorizar a palavra recebida naquele dia e será mantida como a terra mantém a semente até que produza o fruto da fé e depois amor. – Nota: Podemos enfatizar o texto de uma cor significativa para voltar mais tarde, ou aumentar em um caderno, a frase, a formulação da visão de Deus para o desenvolvimento futuro. 2º grau de meditação Se tivermos um pouco mais de tempo (ver Diagram 2ª coluna Page 33) – Depois de procurar como apenas Deus pode amar e perdoar o culpado eu sou (ver 1 grau de meditação), em mais: vou tentar Para entender como posso, eu pecador, imite Deus e amor, perdoe meu vizinho? b. Como é possível acreditar que me pescador eu posso imitar Deus perdoando meu vizinho? Pelo dom de sua mente, por sua palavra e oração (em nome de Jesus e com base em sua palavra) pelo Espírito do Pai e pelo Filho, ele fez em mim, e em resposta à minha oração que é o chame para a ação de sua mente. Ele me faz capaz de amar. Deus não apenas nos deu seu filho em resgate por nossos pecados, mas também nos dá seu espírito que atua em nós: (Lucas 11:13) “Quanto mais razão o pai celestial dará ao Espírito Santo para aqueles que perguntam a ele. (João 14:16) O Pai lhe dará outro consolador, então ele permanece eternamente com você. Ele permanece com você e ele estará em você. (Atos 1: 8) Você receberá poder, o esprit ocorrendo em você, e Você será minha testemunha.Just Nos fins da terra “- Se eu não resistir a esta palavra da graça (João 15: 12), se eu acredito e o guarda: acho que lhe dá a mente, desejo Eu pergunto a seu espírito, eu rezo o Senhor Jesus, a quem ele é feito para mim de acordo com sua palavra. Que sua palavra seja realizada! Que eu posso amar meu vizinho e perdoar sua mente. Eu agradeço e amo! … Por seu espírito, ele me faz capaz de perdoar. (Se a multidão permanecesse perto de Jesus com a mulher adúltera, ela poderia ter ouvido as palavras do perdão e deixou de condenar a mulher pecaminosa.) – Se eu resistir, se eu ainda não acredito em sua palavra, confesso ao Senhor minha descrença. Peço-lhe para me livrar do que mantém minha fé, eu imploro para ele fazer sua palavra e obedecer. 17

Memorize esta palavra e alguns exemplos de realização desta palavra. Espero e mantenha essas palavras até que elas produzam em mim fé e que estão fazendo em mim. “Pois a fé vem do que significa a palavra de Cristo” (Ro.10: 17) 3 e grau de meditação Aprofundar a solução: possível por graças à cruz (1) – Encontrar na cruz as maldições sofridas por Jesus e Quem é o preço de nossas bênçãos.Pesquisar por palavras, promete sobre este princípio. GAL.3: 13 Cristo nos comprou da maldição da lei, tendo se tornado uma maldição para nós – porque está escrito: Amaldiçoado é qualquer um que é enforcado na floresta, – para que a bênção de Abraão tivesse para os pagãos dele Cumprimento em Jesus -Christ. Encontre sobre a Cruz a realização das maldições proclamadas em Deuteronômio 28/29: – Jesus é entregue a Satanás e seus anjos para a destruição de sua carne, como idólatra: ele pode, portanto, perdoar e entregar todos os idólatros que não acreditassem. Só Deus criativo, mas que amava e serviu a criatura, outros deuses, Satanás e os maus espíritos que os aterrorizam. – Jesus é crucificado, mãos e pés pregados, como um rebelde violento que se priva de todos os meios de fazer a sua vontade: ele pode perdoar e entregar de suas paixões os violentos e os mentirosos, os rebeldes que, em seu orgulho, em seu orgulho não Cru na soberania do Senhor, não queria ouvir sua palavra e obedeça, mas que acreditava em sua própria vida, sua própria força, e que, em violência, como se Deus não existisse. – Jesus é entregue à justiça dos homens, ele é condenado como não-lei: ele pode, portanto, perdoar e entregar do espírito de julgamento, quem em seu orgulho não acredita em Deus apenas julgar, mas quem acredita em sua própria Justiça, e que, de acordo com seus próprios critérios e sem misericórdia, é feita justiça por prejudicar que ele foi feito ou para o favor que não foi concedido. – Na cruz O corpo de Jesus é exposto em sua nudez, aos olhos de todos: ter sofrido o destino dos adulteradores, ele pode perdoar e entregar suas paixões, os idólatros que não acreditavam em Deus bom e fonte de todos os sua felicidade; Os adúlteros e o Impluic que buscavam seu próprio prazer e que amavam os prazeres da carne mais do que Deus e mais do que o vizinho. – Na cruz Jesus é entregue à solidão de seus próprios pensamentos: meu Deus, meu Deus, por que você saiu! Ele fala, ele grita, sem sua resposta de seu pai, ele é entregue à sua própria razão em um silêncio da morte! Como ele havia desafiado e colocou sua razão, seu próprio pensamento acima da palavra de seu pai. Ele pode, portanto, perdoar e entregar da escravidão de seus próprios pensamentos e delírios, aquele que não acredita em Deus legislador, que sozinho determina o bem e o mal, mas quem, em seu orgulho, acredita em seus próprios pensamentos e em seus próprios pensamentos e em sua própria razão como a verdade. – Na cruz de Jesus, arranjado com uma coroa de espinhos e um título de “rei”, despojado de qualquer roupa, revestido com a ignomina, é entregue à zombaria de todos: sofreu o destino de um orgulho que teria usado a glória. de um ser supremo. Ele pode, portanto, perdoar e entregar de suas paixões aqueles que não acreditavam em Deus sozinhos e todos poderosos para quem volta toda a glória. Aqueles que não deram glória a Deus por suas magníficas obras, mas em seu orgulho, acreditavam em sua própria glória, a glória da sua chamada vida limpa, força limpa, justiça própria, motivo próprio, bondade, felicidade própria, felicidade. procurando levantar em seus próprios olhos e olhos de todos. Outros, em sua idolatria, que amavam e glorificavam criaturas, se identificando para compartilhar um pouco de sua glória etc (2) – para ir mais longe! Na extensão deste exercício, nesta busca pela graça de Deus em Cristo na cruz, somos iniciados para o ministério profético e pastoral, a fim de ajudar o pescador a aproveitar a grandeza da graça de Deus, para alcançar o perdão . e a libertação do poder do mal. – Página 28, os documentos IV “Vida de Jesus: Sua paixão”, “Deuteronômio 27-29” e documento III Page 27 “Introdução à doutrina aplicada: o preço de nossa libertação” Ver também diagrama Page 34 18

Possível por graça: pelo dom do Espírito, (3) -Find Entre as listas dos frutos, doações e ministérios do Espírito Santo, a virtude pela qual pela Sua Palavra, conseguimos agir em resposta para a oração em nome de Jesus. Pela oração também encontra palavras, promete sobre este princípio: (1Tim 1: 7) Porque não é um espírito de timidez que Deus nos deu, mas um espírito de força, amor e sabedoria. (4) -examples daqueles que viram o cumprimento da fala, prometem em resposta à oração. Diante das ameaças das autoridades que desejam impedir o anúncio do Evangelho, Pierre pede a assistência do Espírito e orar, apoiando a Palavra de Deus: Senhor, é você quem disse e agora Senhor, veja suas ameaças, e dá Para seus servos para anunciar sua palavra com seguro completo, estendendo sua mão, para que ele esteja curando, milagres e maravilhas, pelo nome do seu servo Jesus.Quando eles oraram, o lugar onde eles estavam montados tremidos; Eles estavam todos cheios do Espírito Santo, e anunciaram a Palavra de Deus com seguro. (Atos 4: 29-31) Em sua soberania, Deus ainda exerce seu reinado por sua palavra e seu espírito, como no primeiro dia de criação (GE.1: 2/3). A palavra de Deus é chamada de espada do Espírito, é implementada pelo Espírito em resposta à oração. (Ef 6: 17) Deus nos faz a graça de ser capaz de pedir com base em sua palavra (verdades, comandos ou promessas) e em nome de Jesus, o cumprimento de sua palavra! (João 16: 23-24) Exemplo: Ele é ordenado: “Maris, ama suas mulheres como Cristo amou a igreja e foi entregue feia para ela!” (Ef 5: 25) Nesta palavra, para que possamos orar com seguro em nome de Jesus: Senhor, o que é feito para mim de acordo com sua palavra! Que seu reinado venha! Thy será feito! Ou, deixe sua palavra realizar em mim senhor! Ou no meu vizinho! E ela vai conseguir se espero e começar a obedecer. Porque é escrito: “O fruto do Espírito é amor” (Gl 5:22) e Jesus orou seu pai da seguinte forma: “Que o amor de que você amava neles!” (João 17: 26) é assim que os apóstolos dedicados principalmente à palavra e à oração (que é o apelo à ação do St. ESPRIT (Atos 6: 4) (5) para ir mais longe! Nesta busca da ação do St. ESPRIT para implementar As palavras de Deus em resposta à oração, veremos a glória de Deus em nossa vida e nosso ministério. Nós desceremos o céu na terra, orando: que sua vontade será feita na Terra como no céu! : 10) Vamos então ser iniciados para o ministério profético e pastoral para ajudar os crentes a aproveitar a graça de Deus, e se tornar pelo poder do Espírito, os imitadores de Deus: -enfant de Deus, em fé e apaixonado pelo Imagem de Jesus Cristo; -Mes em uma unidade perfeita com a imagem do pai, o filho e o espírito. – Veja a aplicação desses exercícios no extra Um curso no evangelho de João, documento V, página 30 e diagrama Page 34 19

A avaliação mais importante das perguntas percebendo que as respostas para a segunda e terceira questões (o que você quer que eu faça ? E como é possível fazer isso? ) O desenvolvimento lógico da primeira pergunta que é o mais importante. Quanto mais a formulação da resposta a esta questão (quem é você senhor?) É preciso e claro, mais o desenvolvimento lógico da meditação será profundo e poderoso. Mas a resposta para a primeira questão, a de quem é o Senhor e acreditar que não é uma questão de lógica: é uma graça, uma revelação do Senhor para aquele que o busca humildemente e de todo o coração. Quem pode responder a esta primeira pergunta? Quem pode ter uma visão de Deus em sua palavra, entender e formulá-lo? : Jesus diz: “Eu te louvo, pai, o que você escondeu suas coisas para os sábios e os inteligentes, e o que você os revelou às crianças. Ninguém sabe o filho se é o pai; ninguém mais não conhece o pai Se é o filho e o que ele quer revelá-lo. ” (Matemática 11: 25/27) Está escrito: “Jesus abriu o espírito dos discípulos para entender as escrituras”. (Lucas 24: 45) Paulo diz aqueles que leram a Bíblia sem serem convertidos ao Senhor Jesus e sem A ação de sua mente “, uma vela é jogada em seus rostos para que eles não vejam Deus ou entenda o que lêem”. Mas sobre aquele que se converteu e que lê “o véu é removido, porque onde está o Espírito, há liberdade” e então, ele diz: “O rosto descobriu, ele pode contemplar como em um espelho (as Sagradas Escrituras) Glória do Senhor e ser transformada na mesma imagem pelo Espírito do Senhor “: (2 Coríntios 3: 14-18) Ele diz novamente:” Ninguém conhece as coisas de Deus se não souber é o Espírito de Deus, O Espírito sonda as profundezas de Deus, Deus os revelou pelo Espírito “. E “o homem natural não recebe as coisas de Deus” (1coríntios 2: 10-11) diz: “O Espírito te ensinará todas as coisas e você vai lembrá-los” (João 14:26) Jean escreve. “Você recebeu a unção por parte daquele que é santo sua unção ensina todas as coisas” (1Jean 2: 26/27), então não há resposta para a pergunta “Quem é você senhor?” Sem a ação do Espírito do Senhor, em resposta a um verdadeiro desejo, uma necessidade sincera de ver o Senhor em sua palavra. Nenhuma resposta sem um chamado para a ação do Espírito pela oração em nome de Jesus. Você também descobrirá que com uma consciência suja, e sem um verdadeiro desejo de encontrar a comunhão com Deus, a meditação das Escrituras é um exercício impossível, mas que parece natural, se o Espírito de Deus não é triste em nós. Faça o bem para o seu servo, então eu vivo e assisto sua palavra! Abra meus olhos, para que eu contemple as maravilhas da sua lei!Salmo 119: 17 A importância das três questões por todas as razões dadas, pode-se pensar que as respostas às três questões “Quem é você Senhor? O que eu tenho que fazer? E como é possível fazer isso?” deve ser a maior parte do conteúdo da meditação, mas também qualquer pregação e ensino sistemático. Além disso, estas três questões orientam nossa pesquisa, de forma lógica, para o essencial da revelação de Deus: “É dele, por ele, e por ele que todas as coisas são. Para ele glória em todos os séculos! Amém!” (Romanos 11: 36) 20

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *